A história de Tarcísio Pugliese: Fundador do Caminhos do Futebol

Desde muito cedo meu sonho foi trabalhar com futebol. Como todo menino no nosso país eu tinha meu time do coração, mas o que realmente chamava minha atenção eram os profissionais que atuavam no comando dos times: os treinadores, diretores e até os presidentes dos clubes.

Hoje eu quero te contar uma pequena parte da minha história no futebol para você entender o porquê eu ajudei a criar o Caminhos do Futebol.

Dificuldades e frustrações 

Eu passei por muitas dificuldades até chegar aqui. E para ser bem sincero eu pensei algumas vezes em desistir. E sei que isso pode até ter acontecido com você, se é que você não está passando por isso. 

Em 2008, depois de 8/9 anos no futebol, e uns dois anos trabalhando como treinador, eu fui para o Novo Horizonte de Palmerim. Tive que disputar a primeira divisão do Campeonato de Goiânia. 

A gente jogou contra Goiás, Venda Nova, Atlético Goianiense e outros times de estrutura e potencial financeiro muito grande, muito diferente da nossa realidade. Sem estrutura nenhuma e sem receber salário, a concorrência era completamente desleal. 

O trabalho foi muito difícil lá. E saindo de lá eu fiquei um longo período parado. No começo, eu pensei que apareceria um novo time na sequência, mas o tempo foi passando e não surgia nenhuma oportunidade no futebol. E eu me lembro como se fosse hoje da sensação de frustração, da tristeza e do desespero à medida que o tempo ia passando e nada acontecia. 

Depois de quase um ano sem nenhuma oportunidade eu decidi parar. Naquele momento eu realmente tinha desistido, aquele tempo foi muito difícil.

Porque muito pior do que a dificuldade financeira foi a frustração de ver naquele momento, o meu sonho, indo por água abaixo. Poxa, eu estudei muito, trabalhei muito durante aqueles anos, me dediquei demais. E tudo estava simplesmente se acabando.

Não desistir me levou a um novo conhecimento 

Mas esse tempo foi muito marcante para mim, porque foi com ele que eu aprendi a superar os meus próprios limites e passar por cima das dificuldades. Foi nesse tempo, com essa dificuldade, que eu descobri o meu propósito de vida e resolvi estudar o comportamento humano. Eu me dediquei realmente a conhecer a fundo o ser humano.

E descobri uma forma, uma metodologia, que ensina qualquer pessoa a usar melhor o seu potencial, a usar melhor a sua capacidade mental e emocional. Eu aprendi a importância de ter objetivos claros, definidos, e o segredo das pessoas bem sucedidas. Principalmente no esporte, já que é minha área. 

Foi então que eu voltei ao futebol, no Luverdense, time do Mato Grosso que hoje está disputando a série B do Brasileiro. Foram anos inesquecíveis, a gente conquistou muita coisa. Fomos campeões estaduais, jogamos pela primeira vez na Copa do Brasil, colocamos o time na série C do Brasileiro e a partir daí as coisas tomaram um rumo diferente. 

Prática que levou à experiência

E hoje já são 20 anos de experiência no futebol, trabalhando em inúmeras equipes e conhecendo a fundo o comportamento humano. 

Eu cheguei aqui com muita luta e hoje sei que o que faz diferença é o conhecimento, a preparação e a capacidade que você tem de criar sua própria realidade. 

A gente não pode deixar nossos objetivos nas mãos de outras pessoas. Temos que acreditar no nosso potencial mesmo que ninguém mais acredite, mesmo que as pessoas mais próximas de você não acreditem. 

Meu propósito: ajudar o máximo de jogadores

E assim como eu vivo do futebol hoje, eu quero te ajudar nessa preparação para que você também possa viver. 

E por isso eu ajudei a criar o Caminhos do Futebol. Se eu tivesse toda a experiência que eu tenho hoje e tivesse que começar uma carreira novamente, com certeza eu pularia muitas etapas. Naquela época, quando eu comecei, se alguém tivesse me preparado e orientado, com certeza teria feito muita diferença.

Por isso, no Caminhos do Futebol eu quero contribuir com pessoas como você, que assim como eu, amam o futebol e querem começar ou alavancar as suas carreiras. 

Se a minha história fez sentido pra você, deixe seu comentário aqui embaixo. Quando você comenta, você me ajuda a elaborar um conteúdo que é relevante para você. Vamos juntos?

Cadastre-se e receba nossas novidades